Notícia

Suspensão do Carnaval de Ilhéus gera opiniões de apoio à medida

Jan 31
  2018

A decisão do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, de não realizar o Carnaval Cultural, previsto para o período de 10 a 13 de fevereiro, e priorizar investimentos em outras áreas como saúde e educação, gerou opiniões semelhantes favoráveis à medida. O prefeito argumenta que o município vive um momento de dificuldades financeiras, agravado pelo sequestro de cerca de R$ 4 milhões e 500 mil dos cofres municipais, além da suspensão no repasse de recursos previsto do governo federal para os municípios.

Na opinião do diretor da Associação Comercial de Ilhéus, Libério Menezes, “a atitude do Prefeito Marão, ao decidir pela não realização do Carnaval em Ilhéus, priorizando o destino das verbas para a área de Saúde, é merecedora de elogios. Neste momento de poucos repasses federais e estaduais, o bom gestor deve saber destinar as verbas para as áreas de atendimento aos mais carentes, e a Saúde è a principal carência de Ilhéus. Apoiamos e aplaudimos a iniciativa.”

Para o presidente do Ilhéus Convention Bureau, Marco Lessa, “o carnaval naturalmente é um evento gerador de fluxo e traz uma oferta de atrativos. A ausência da festa, mesmo com características mais simples, fará falta, claro. Mas é uma medida racional, que foi necessária tomar em prol da população. É preciso compreender, respeitar e apoiar, já que traz uma contrapartida social importante”, acrescentou.

O empresário José Leite de Souza disse que “fazer um carnaval sem ter recursos, era melhor não fazer mesmo. Acho que o Prefeito está certo. Vamos esperar mais um ano, não tem problema. Ilhéus é uma cidade atraente na área de turismo. As manchetes que circulam em Salvador é de que Ilhéus tem prioridade para as passagens que estão sendo vendidas lá, esse pessoal que está vindo pra cá, não é tanto pra pular carnaval, mas sim, para descansar. Também faço parte do ramo hoteleiro e já tive a oportunidade de Ilhéus não ter carnaval e o meu hotel ficar lotado”, salientou.

O prefeito Mário Alexandre anunciou a decisão durante o evento “Internet para Todos”, do programa Cidade Digital, realizado na sede da União das Prefeituras da Bahia (UPB), com as presenças do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, e do senador baiano Oto Alencar.

O assunto também repercutiu nas redes sociais. A cidadã Célia Vasconcelos concordou e disse: “Assim espero! A saúde é um calo em qualquer administração pública! Deveria ser prioridade de atuação de qualquer gestor!”. O seguidor do Facebook, ponderou: “Se fizesse o carnaval, teria um monte reclamando. Não vai fazer, também vai ter um monte reclamando.”

Por sua vez, José Alexandre Afonso parabenizou o prefeito de Ilhéus diante da medida. Eliene Amâncio Ramos disse que “era bom se fosse assim no Brasil inteiro” e Robson LC exclamou: “Aí sim, Marão! Agora dei valor!!!”. E Juliana Portugal foi mais além: “Finalmente, uma notícia boa nesse início de ano. O povo de Ilhéus está precisando de muitas outras prioridades, isso mesmo. Vê se não fica só na promessa e investe na saúde e infraestrutura de nossa cidade. Bora trabalhar povo”, acrescentou.

Manifestações Populares – Considerando que o Carnaval Oficial é uma tradição na cidade, Mário Alexandre informou que a Prefeitura vai assegurar aos foliões que desejarem se divertir na avenida Soares Lopes – local onde seria realizada a festa – serviços que garantam a segurança da população, a exemplo da presença de equipes da Superintendência Municipal de Trânsito (Sutran), Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, assistência emergencial à saúde, limpeza, dentre outros.


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Certificado

Eventos, Palestras e Cursos

Redes Sociais

Links Úteis