Notícia

Convênio vai permitir a municípios usar metodologia de ensino dos CPMs

Mai 10
  2018

UPB e PM/BA firmaram convênio para a aplicar metodologia de ensino dos Colégios Militares nas escolas dos municípios em combate ao avanço da violência

Foi assinado na tarde desta quinta-feira (10) o termo de acordo de cooperação técnica entre o Governo do Estado da Bahia e a União dos Municípios da Bahia (UPB) para que seja cedida às prefeituras do interior do estado a metodologia educacional dos Colégios da Polícia Militar (CPMs). A medida tem o intermédio da Secretária da Segurança Pública e da Polícia Militar da Bahia (PM-BA).

De acordo com a UPB , a cooperação tem o objetivo de levar aos municípios um modelo de ensino que favorece a formação cidadã de jovens e crianças, como explicou o presidente da entidade e prefeito de Bom Jesus, Eures Ribeiro.  “Esse é um marco para a educação da Bahia. Quero agradecer ao governador pela sensibilidade de entender a importância desse passo para a educação do nosso estado, onde estamos perdendo vidas para as drogas e a violência que já ultrapassou os muros das escolas”, ressaltou Eures Ribeiro.

Nesse sentido, o comandante da Polícia Militar da Bahia, Coronel Anselmo Brandão, relatou as inúmeras visitas de prefeitos que recebeu com pedidos de ajuda para conter o avanço da violência nas escolas do interior. “Pediam a implantação do colégio, mas são municípios pequenos. Então, porque não colocarmos a nossa metodologia e contratarmos policiais da reserva”, destacou o comandante que disse ter tido o apoio do governador Rui Costa no projeto que considera um marco para os 193 anos de existência da PM/BA.


Em mensagem, lida pelo subsecretário de Segurança Pública, Ary Pereira, a SSP afirmou que o acordo permitirá a PM/BA “transferir seu modelo para outras escolas públicas, sem a necessária militarização da unidade, apenas com a incorporação de uma cultura que busca o desenvolvimento progressivo do estudante”. A mensagem também ressaltou que a PM criou um modelo de gestão de excelência para seus colégios, que estão incluídos entre as 10 melhores escolas do estado em avaliações do Ministério da Educação.

Na cerimônia de assinatura do termo, a prefeita Rose Menezes, de Campo Formoso, no Centro Norte baiano, falou sobre a experiência da implantação da metodologia em uma unidade escolar do seu município. “Temos uma escola com 450 alunos, circundada por quatro bairros populosos, onde de sete homicídios registrados cinco eram próximos à escola. E tivemos uma experiência exitosa com a implantação da gestão compartilhada que trouxe aos alunos mais disciplina, respeito e mudança de comportamento”.

Os prefeitos interessados em compartilhar do modelo devem entrar em contato com a UPB para programar a formação da equipe que atuará nas escolas dos municípios. A entidade em parceria com a PM/BA realizará uma série de capacitações para formar agentes sociais que atuarão nessas escolas.